Saiba Mais

Como é fabricado o MDF?

 

MDF é uma sigla em inglês (Medium Density Fiberboard) e significa Fibra de Média Densidade. Mundialmente conhecida, nas mais diversas áreas, essa fibra tem sido cada vez mais utilizada por empresas, visto que o MDF reduz bastante o desmatamento de árvores, especialmente na indústria de móveis.

 

Além de ser uma ótima opção para empresas que desejam utilizar materiais ecologicamente corretos, essa fibra apresenta outra vantagem. Possui superfície completamente homogênea e lisa, mesmo incluindo fibras soltas em sua composição. O MDF possibilita um acabamento de excelente qualidade, bem como cortes em sentidos distintos. Por isso, é a melhor opção para móveis planejados. Mas você sabe como é feito o MDF? Vamos descobrir!

 

1. A Madeira é cortada

O primeiro passo para a fabricação de MDF é cortar a madeira de árvores como eucalipto ou pinus, que são cultivadas em regiões de reflorestamento, reduzindo o impacto ambiental. Ao atingirem aproximadamente 28 metros de altura, as árvores são cortadas e levadas às fábricas, na forma de toras de cerca de 6 metros. Na fábrica é realizado o processamento das toras em uma máquina, com o intuito de transformá-las em lascas de madeiras, também conhecidas como cavacos.

 

2. As fibras são separadas

Após as lascas prontas é hora de cozinhar os cavacos, que são enviados para a desfibração, onde uma máquina separa as fibras de madeira por meio de discos. Após o amolecimento da lignina (associada a celulose) durante a etapa de cozimento, esse composto se transforma em uma cola, que comprime a madeira.

Após isso, as fibras de eucalipto, que possuem em torno de 1 milímetros de comprimento, ou as de pinus, que tem média de 2,2 milímetros de comprimento, são separadas e colocadas junto á uma resina sintética. Depois disso, são secadas a partir de uma tubulação com ar aquecido.

 

3. Molde das fibras

As fibras agora são moldadas em colchões homogêneos. Em uma pré-prensa, as fibras passam por um processo, em que o ar acumulado entre elas é removido. Além disso, a altura final dos colchões tem por finalidade reduzir em relação à altura inicial, podendo diminuir o tamanho de sete a 10 vezes.

 

4. Os colchões são prensados

Submetidos a altas temperaturas e altas pressões durante um tempo específico, os colchões fazem a resina colar as fibras, gerando a chapa de MDF. Ao sair da prensa, a chapa é resfriada e encaminhada para a lixadeira.

 

5. Etapa final: Acabamento e embalagem

Com uma lixadeira, a chapa de MDF passa por um polimento, para equilibrar a espessura de vários pontos do painel. O máximo de diferença de espessura entre um ponto e outro do item deve ser 1/10 de milímetros após isso, a chapa é cortada no tamanho desejado, conforme a sua função no mercado. Depois do corte, o produto é embalado e entregue aos distribuidores. E ainda há a possibilidade de que as chapas de MDF crus recebam revestimentos especiais após o processo de produção.

Agora que você conhece o processo de fabricação do MDF, sabe que além de garantir uma consciência ecologia ambiental mais responsável, o MDF é capaz de personalizar seus móveis, armários e gabinetes.